Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

O Depois do Natal

Então maltinha? Como é que correram estes dois dias?

 

Por aqui foi um Natal um bocado estranho, não estava nada animada ontem à noite. Umas conversas desde sexta até ontem deixaram-me um bocado tristista devido à tristeza dos outros que me aflige e por me sentir impotente para mudar as coisas.

 

E afligem-me as pessoas que não sabem viver pela lei do Amor, julgam os outros e são completamente intolerantes com as diferentes maneiras de viver.

 

Adiante. Acabei por me divertir mais nos preparativos e nos dias anteriores do que na festa em si . Se tiver dinheiro um dia fujo e vou passar esta época à Lapónia.

 

Na manhã da véspera tentei fazer as filhós da terra da minha avó e...ficaram espetaculares. A massa ficou uma maravilha, finalmente acertei com os amassos . Depois estive a fritá-las com a avó porque ela é que tem mão para tender aquilo. 

Só há pouco é que fiquei a saber que se chamam "filhós de joelho. Porque embora sempre tenha visto os meus avós tender a massa à mão, este ano é que a minha avó me confirmou que a mãe dela usava o joelho para dar forma enquanto fazia as filhós no lume de lenha.

 

Esta foto abaixo não é minha mas ficam exatamente assim. Depois polvilhamos com açúcar e canela.

 

E a minha casa ainda cheira a isto quando se entra. Para mim este é o verdadeiro cheiro do Natal. Os meus avós neste dia levantavam-se às 6 da manhã (se calhavam a estar em nossa casa era com este cheiro que acordávamos) e para o nosso pequeno-almoço lá estavam elas acabadinhas de fazer.

 

Filhós-de-Joelho-Beiras.jpg

 

As prenditas foram boas. Chocolates, vinho, um livro de cozinha, um pacote da Odisseias de tapas e petiscos, uma camisola, dinheiro que ajuda a repor as finanças pós-Natal e mais umas lembranças fofitas. É assim que gosto, coisas com amor e que não me enchem a casa de tralha.

 

E...estou pasmada...agora foi o George Michael? No dia de Natal? O cantor do Last Christmas?  Deixei de seguir a carreira do senhor mas confesso que foi o meu primeiro amor.

Michael Bublé Sucks #3 - 3 Dias Para a Véspera de Natal

Bem, continuo com pouco tempo para vir aqui postar e visitar os vossos cantinhos como deve ser. E nesta semana tenho as sobrinhas por estes lados, por isso o tempo ainda vai ser menor, já para não falar nos preparativos para o Natal.

 

Hoje deixo aqui a minha música preferida desta época. Não sou saudosista, fico farta facilmente de músicas antigas que foram ouvidas até à exaustão mas confesso que tenho um guilty pleasure.

 

Desculpem-me os fãs mas não tenho paciência nenhuma para a senhora, acho que ela grita mais do que canta e tenho ainda menos paciência para a divanisse dela (adoro inventar palavras e neste caso queria dizer que acho que a senhora adora armar-se em diva). 

 

Mas...os anos vão passando e nesta altura continuo a não resistir a esta música. Cantada pela original ou nas 5000 versões que passam por aí, nenhuma me faz cantar mais do que esta.

 

Numa versão de 2011, não sei como é que os norte-americanos com mania do puritanismo deixaram passar esta versão a roçar o pedófilo. Ele tinha 17 e ela 41.

 

Senhoras e senhores...All I Want For Christmas is...(vá lá agora todos juntos). 

 

P.S ao menos a Golimix compreende-me .

 

 

Finalmente Cheira a Natal - 13 Dias Para a Véspera de Natal

Foi no dia 8 de Dezembro que como sempre fiz as decorações, simples e tradicionais.

IMG_5204.JPG

 Tenho mais de 100 figuras mas só tive paciência para um presépio simples, desta vez em versão mesa redonda.

 

 

IMG_5205.JPG

Verde, vermelho e dourado são mesmo as cores que gosto para a árvore de Natal .

 

IMG_5208.JPG

 Esta rena no hall de entrada é a novidade deste ano

 

Há mais decorações espalhadas pela casa mas nada de especial que figurasse numa revista especializada . Bom domingo a todos.

 

 

Das Prendas e De Quem Afinal as Distribui- 14 Dias Para a Véspera de Natal

Muitas pessoas hoje em dia apontam o dedo ao Pai Natal como a figura responsável pelo consumismo desenfreado que se vive nesta época e não acham correto ele ter roubado o protagonismo ao Menino Jesus na distribuição das prendas.

 

Mas será mesmo o Pai Natal uma criação da Coca-Cola como o mito urbano conta? Não, não é. No máximo diríamos que esta marca vestiu o senhor de vermelho mas parece que nem isso, só lhe deu mais popularidade.

 

Muito resumido, o Pai Natal tem por base a figura de um Santo Católico, São Nicolau, Bispo de Myra, que viveu no século III e que segundo se conta era filho de uma família abastada e era bastante generoso. A lenda sobre este santo que terá dado azo à criação da figura do Pai Natal é a seguinte:

 

"O bispo Nicolau conhecia três irmãs cujo pai, muito pobre, não tinha dinheiro para o seu dote, por isso elas não podiam casar-se. Nicolau não gostava de ajudar dando dinheiro directamente, por isso, quando a mais velha estava para casar, ele atirou um saco de dinheiro pela janela à noite. A rapariga pôde então casar-se. 

Mais tarde, aconteceu o mesmo com a segunda. E São Nicolau fez o mesmo para ela se poder casar como era tradição. 

Quando foi a vez da terceira, o pai das moças, desconfiado, decidiu vigiar e viu o que São Nicolau fez. Logo a seguir espalhou por todo o lado como ele era bom e generoso. 

Também se diz que ele subiu ao telhado e deixou cair o saco pela chaminé, onde caiu numa meia que estava pendurada na lareira a secar".

 

saonicolau04.jpg

A sua ajuda foi sobretudo dada a crianças e jovens, dai a sua associação à figura do Menino Jesus quando foi canonizado. O seu dia é celebrado a 6 de Dezembro e em alguns países nórdicos é costume a troca de lembranças ser feita na véspera deste dia.

 

Originalmente, era representado em tons da natureza, verdes ou castanhos. Quem criou a figura que conhecemos hoje foi Thomas Nast, caricaturista alemão radicado na América do Norte, no século XIX, que o desenhou a partir do poema Uma visita de São Nicolau de Clement Clarke Moore. Em baixo, deixo o poema, bastante conhecido, na sua totalidade.

73596-004-48BAF2BE.jpg

Quanto às prendas, acho que não tem lógica ser o Menino Jesus a entregar. Na realidade, penso que nuestro hermanos é que têm razão ao fazer a distribuição das prendas no dia 6 de Janeiro, dia dos Reis Magos, afinal eles é que começaram com essa mania de levarem prendas ao Menino.

 

Uma visita de São Nicolau

Era Véspera de Natal, silêncio em toda a casa,
Nem um rato se ouvia.

As meias estavam cuidadosamente penduradas na chaminé,
Na esperança da chegada em breve do Pai Natal;
As crianças estavam confortáveis nas suas camas,
Nas suas cabecinhas pairavam ainda imagens de açúcar,

A mamã e eu com os nossos gorros,
Estávamos preparados para uma boa noite de sono,
Quando, de repente se ouvi um estrondo no jardim,
Saltei da cama e corri para a janela a ver o que se passava.

Corri as cortinas com força.

A lua iluminava a neve acabada de cair, e fazia brilhar tudo em redor,
Quando, o que vêem os meus olhos?,
Um pequeno trenó puxado por oito renas e conduzido por um idoso rápido e alegre,
Percebi de imediato que só podia ser o Pai Natal.

Vieram mais rápidas que águias,
Ele assobiou e chamou as suas renas pelo nome;
Vamos, Corredora! agora, Dançarina! depressa, Empinadora e Raposa!
Rápido, Cometa! já, Cupido! agora, Trovão e Relampago!

Para o telhado, apressem-se, apressem-se,
Salte, saltem!

E como folhas secas antes do furacão, elas voaram,
Quando encontravam um obstáculo, cavalgavam pelo céu,
Voaram até ao telhado com o trenó do Pai natal carregadinho de presentes.

E então, de repente, ouvi no telhado,
Tal como tinha imaginado, os seus cascos,
E, virando-me, vi o Pai Natal a descer a chaminé.

Vinha vestido todo de peles, da cabeça aos pés,
As suas roupas estavam cheias de fuligem e cinzas;

Às costas trazia um saco cheio de brinquedos,
E parecia um vendedor ambulante abrindo a sua mala.

Os seus olhos brilhavam, o seu rosto tinha covinhas de alegria!
As bochechas estavam rosadas, o seu nariz parecia uma cereja vermelha!
A sua boca fazia um arco de alegria!
E a barba e o cabelo eram brancos como a neve.

Na boca trazia um cachimbo,
E os círculos de fumo envolviam a sua cabeça como uma coroa;
Ele tinha um rosto redondo e uma grande barriga,
Que tremia como gelatina quando ele se ria.

Ele era gordinho e roliço, um verdadeiro duende,
E eu ri-me ao vê-lo.

Um piscar de olhos e um acenar de cabeça,
Percebi que não tinha nada a temer;

Ele não disse uma palavra, e iniciou o seu trabalho,
Encheu todas as botas com imensos brinquedos.
Deu um toque no nariz, abanou a cabeça, e subiu pela chaminé;

Entrou no trenó, assobiou às suas renas,
E voou para longe.
Mas! Ainda o ouvi a exclamar, antes de desaparecer de vista,
“Feliz Natal para todos e uma santa noite”

Desafio da Alimentação - Reviravolta Natalícia - 17 Dias Para a Véspera de Natal

A fofa Menina-Mulher, sim, eu já te vi na televisão e achei que tinhas mesmo uma personalidade fofinha, desafiou-me para falar de uma coisa que eu adoro...comida . Mas como estou em modo edição especial Natal, vou dar aqui uma reviravolta e transformo isto numa festa de Natal.

 

1. O que costumas comer no dia a dia?

Comida  (sim...esta é mesmo a resposta irritante que dou quando alguém me pergunta o que quero comer).

 

No Natal : Na véspera o tradicional bacalhau com todos, no dia é sempre carne assada, com batatas também assadas. 

 

Não sou vegetariana mas no dia-a-dia por respeito aos animais sempre que possível faço refeições vegetarianas mas se vou a casa de alguém por respeito, como o que me põem na mesa. E tento comprar sempre alimentos da época e locais. Tirando as especiarias que adoro.

 

2. Preferes doce ou salgado?

Prefiro salgados, batatas-fritas e outras coisas estaladiças são a minha comida de conforto 

 

No Natal Gosto de ter uns pastelinhos de bacalhau e camarão na mesa mais do que qualquer sobremesa.

 

 

3. E quanto a dieta, preocupas-te com isso ou comes sem pensar no amanhã?

Não acredito em dietas, acredito em consciência alimentar. Fazer as melhores escolhas diárias para nós e para o ambiente.

 

No Natal : Festa é festa. Há que aproveitar esta semana louca anual. Acho parvo aquelas pessoas que se armam e dizem que têm que se controlar na altura das festas, façam isso entre o Ano Novo e o Natal e não o inverso.

 

4. Qual é a tua comida e sobremesa favorita?

Nisto sou quase alma gémea gastronómica da m-M, gosto de tudo. A comida mexicana e Indiana fazem-me viajar sem sair do lugar mas a comida portuguesa é também fabulosa.

 

No Natal : Quando calho a passar o dia 25 em casa dos meus pais o que hoje em dia é raro pois vamos sempre almoçar a casa de familiares, o recheio do perú que a minha mãe faz é o meu prato preferido desde sempre. 

Quanto a sobremesas são mesmo as filhós da minha avó e as rabanadas da minha mãe.

 

No dia-a-dia relativamente a sobremesas o meu coração balança entre uma boa mousse de chocolate e uma crocante tarte de amêndoas.

 

 

5. O que é que odeias comer, mas comes porque precisas? 

Nada. Sou boa boca .

 

No Natal : Obviamente que isto não responde à pergunta porque não preciso mas odeio sonhos e rabanadas embebidas em caldas de açúcar, é um exagero de doce.

 

6. Quanto pesas? Querias pesar mais ou menos? Estás satisfeita com o teu peso? 

 

Hummm...lamento mas não são perguntas que se coloquem a uma senhora. Mas juro que sou mais magra do que o Pai Natal .

Mas sim, estou satisfeita comigo até porque em pequena era muito magrinha e gosto de sentir carne em cima de mim.

 

7. Qual a fruta favorita? 

Melão.

 

No Natal : As filhós da avó e as rabanadas da mãe , são a melhor fruta da época.

 

8. Comes ou gostas de verduras e legumes?

Adoro. como muito mais do que fruta.

 

No Natal : Adoro a bela da couve portuguesa principalmente no dia da Roupa Velha.

 

9. Quantas refeições fazes diariamente?

No Natal : Bués

 

10. O que gostarias de comer, mas o teu consciente não permite?

Lamento mas não tenho consciência . Estou a brincar. Acho que a minha consciência e força de vontade deviam ser mesmo mais fortes e tornar-me vegan de vez.

 

Desafio:

 

Andy - que aposto que vai responder Hamburguer a todas as alíneas . Acho que já tinhamos respondido a algo semelhante há uns meses atrás.

 

E a São e a Rute que gostam de desafios e de se alimentarem .