Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Coisas Que Me Dizem #7

(Este episódio passou-se há poucas semanas e já pus muita gente a rir com ele. 

 

A minha prima que sabe da existência deste blog e acha que a minha vida é uma comédia de nonsense disse: "Tens que contar isso no blog", ao que eu respondi: "Não sei C., sabes, é um assunto que pode ser delicado para algumas pessoas e posso ser mal interpretada".

 

Mas pronto, aqui vai. Obviamente que pessoas portadoras de deficiência têm direito às suas opiniões e sentimentos como qualquer pessoa não portadora de deficiência mas...sendo eu mulher também tenho direito à minha sensibilidade feminina.

 

Depois desta introdução para ver se não me batem muito devido à conclusão, aqui vai o episódio.

 

Há alguns meses voltei ao teatro,onde tenho um colega com trissonomia 21. Numa destas semanas ficamos juntos numa improvisação a fazer de casal.

 

Fomos para um canto da sala preparar o exercício, combinamos o que iamos fazer, começamos a falar de outras coisas e ele volta-se para mim e diz:

 

Colega: Olha, posso ser sincero contigo?

 

Eu: Claro que sim.

 

Colega (apontando para uma colega na casa dos 20 que estava na outra ponta da sala): É que eu preferia ter ficado com ela a fazer a improvisação. É que ela é mais magra e mais gira do que tu. Já viste bem aquelas curvas?

 

Eu:  (a pensar: ele não me disse isto, pois não? )

 

Lamento mas no momento, o meu orgulho feminino pensou: "Porra, estou lixada, se já nem um homem com Síndrome de Down me quer (e era só a fingir) e prefere uma de 20, nunca na vida me vou casar. Isto só pode ser uma mensagem do universo. A minha capacidade de atração bateu no fundo, a minha vida amorosa terminou oficialmente".

 

 

O Beijo Perdido

Sou caranguejo. Sou tímida. E quando era mais nova achava que a vida era um conto de fadas.

 

Primeiro ano de universidade. Fomos em grupo passar um fim de semana a Tróia. Caloiros e Veteranos.

 

Era de noite. Estavamos os dois sentados à frente da bancada da kitchenette do apartamento.

 

O meu "padrinho", moço giro, alto e espadaúdo perguntou-me ao meu ouvido, com voz suave:

 

"Caloira, posso-te beijar?"

 

Eu pensei na namorada dele que nem conhecia, pensei que o meu coração pertencia a outro, pensei que já estávamos um pouco bêbados e respondi:

 

"Não. Não podes".

 

E olhem, depois de tudo o que uma pessoa passa na vida a nível de amores, depois de todas as ilusões e desilusões, hoje em dia quando me lembro desse momento, daquele pedido tão meigo recusado, só me apetece gritar:

 

"Porra Luís. Eu gostava mesmo de te ter beijado".

 

Beijo perdido.jpg

 

Adolescentes, Quarentonas e Conversas de Amor

Estava eu a jantar com a minha ex-cunhada e com as minhas duas sobrinhas mais velhas quando começo a contar uma pequena coisa à minha cunhada. Amor platónico, nada de especial aconteceu mas de brilho nos olhos e voz entusiasmada.

 

Eu tia solteira e descomprometida...Blá,blá, blá, sorrisinhos e etc e tal.

 

Cunhada divorciada e descomprometida...resposta cúmplice, sorrisinhos e blá,blá,blá

 

Sobrinha adolescente e comprometida - Vocês parecem loucas.

 

Eu tia solteira e descomprometida - Então porquê? Estamos a dizer alguma coisa de mal? Não é o mesmo tipo de conversa que tens com as tuas amigas?

 

Sobrinha adolescente e comprometida - Sim...mas vocês já não têm idade para isso .

 

E é isto. Nós achamos que as miúdas ainda são novas demais para estas andanças, elas acham que nós já somos velhas demais para estas andanças.

 

 

 

Não Gosto Que Me Toques

Não gosto de sentir o teu toque porque gostaria que me tocasses a sério. 

Não gosto que fales demasiado perto de mim e que me olhes nos olhos porque me fazes fantasiar com coisas que não existem.

Não gosto de sentir o teu cheiro porque gostaria de o inspirar profundamente.

Não gosto de ter a certeza que no mundo em que te moves jamais darás por mim.

 

(Por isso prefiro fingir que a minha atração por ti é inexistente)

A Derramar Garrafas, A Conversa Trocada e o Tri

Estava eu numa prova de vinhos e ao pedir para provar um deles o homem vira-se para mim e diz: "Desculpe lá mas tenho que lhe dizer que tem uns olhos lindos". Dito isto entorna a garrafa de vinho toda. Vá lá. É bom ver que aos 40 ainda provoco acidentes .

 

Passado um bocado telefono à minha mãe e tenho este diálogo:

 

Eu: "Por acaso sabes como está o resultado? Afinal este fim-de-semana ainda "Há Prova" aqui no Marquês e como fiquei por aqui não sei de nada.

 

Mãe: "Então é melhor saíres rapidamente daí porque pode haver confusão".

 

Eu: (a olhar para o lado e a ver pessoas sentadas ao sol descontraídas com copos de vinho a ouvir música lounge, crianças a correr pelo jardim) "Confusão porquê?" Estou rodeada de crianças.

 

Mãe: "Porque agora a malta vai toda para aí e pode haver confrontos".

 

Eu: Vêm para aqui? No máximo passam lá fora na estrada a apitar..................ahhhhhhhhhhhhhhhh. Já percebi.

 

Eu estava no pacato Palácio e Jardim do Marquês de Pombal aqui em Oeiras e a minha mãe pensava que eu estava no meio de Lisboa na rotunda do Marquês .

 

E claro, Benfiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiicaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa.

 

benfica.jpg

 

O Guarda-Costas "Pseudo" Sexy da Adele

Desde ontem que andam a passar-me pelos olhos títulos do género: "O Guarda-costas sexy de Adele que está a dar que falar". 

 

Ora como eu gosto de lavar as vistas com "coisas" sexys tive que ir ver as imagens e deparei-me com isto,

 

segurança.jpg

 

 

peter.jpg

A única coisa que me veio à mente, foi...MEDO, muito medo.

Desculpem lá o meu preconceito porque o senhor até pode ser muito boa pessoas e de certeza que algumas vão querer perguntar-me "mostra lá o teu caixote do lixo".

 

A seguir fui ler a minha querida Aventureira que destacou o meu blog, como blog do mês (muitos beijinhos de agradecimento para ela). E como ela escreveu, este é um blog "sob os olhos de uma mulher de 40 anos" e realmente a minha mente de 40 já não consegue achar homens assim sexy.

 

Para mim sexy é ter aquele "je ne sais quoi", não é parecer uma montanha de batidos energéticos de esteroides.

 

P.S. A Adele ficou de fora, este senhor anteriormente já tinha sido guarda-costa da Gaga.

Coisas Que Me Dizem

Acho que a coisa  mais parva que ouvi da boca de um homem (que aparentemente até me parecia alguém muito decente), foi, depois de um momento de curtição, algo deste género:

 

"Sabes, não me posso comprometer contigo porque já estou comprometido com... (e neste momento faz o seguinte gesto)

 

finger-point.jpg

 E sim, ele estava-se a referir a Deus. E não, não era padre, era mesmo só parvo.

 

Quando nos movemos num mundo onde anda pessoal "new age" apanhamos destas aberrações. 

Amor Adolescente

Era uma vez uma menina que aos 15 anos foi viver para um país estrangeiro.

 

Nesse país foi para uma escola  onde estudavam também alguns meninos da sua nacionalidade.

 

E no meio do recreio começou a reparar num menino que estava sempre sozinho e começou-lhe a achar graça.

Mas a menina era muito tímida e não tinha coragem para ir falar com ele. Então limitava-se a olhar para o menino e a andar aos risinhos com as suas amigas tão tímidas e tontinhas como ela.

 

A única coisa que faziam, era à hora do almoço quando não estava ninguém a ver, enfiarem-se na secretaria para irem aos livros de ponto ver os nomes completos dos seus apaixonados e as suas datas de nascimento. Depois faziam contas para verem se os astros estariam de feição para abençoar aqueles namoros platónicos.

 

Também costumavam roubar os números de telefone para ligar aos pretensos namorados só para ouvir a sua voz e desligarem mais uma vez aos risinhos.

 

O tempo foi correndo, a menina voltou ao seu país e quase 25 anos se passaram.

 

Um dia a menina, agora mulher, estava no seu trabalho, a fazer recrutamento quando abriu um currículo que lhe provocou outra vez uns risinhos histéricos.

 

Desta vez telefonou ao menino de verdade.

 

No dia em que o menino ia fazer a entrevista, que não seria com ela, foi vê-lo chegar. E passados quase 25 anos a borboletas voltaram a voar na sua barriga. Ali estava ele. Quase na mesma e a sorrir.

 

A menina mulher voltou para o pé dos seus colegas, que entretanto já estavam ao corrente da história, vermelha que nem um pimentão e logo ali se gerou uma corrente de risos histéricos que parou quando o menino, agora homem passou por lá.

 

Houve um momento em que ele parou, fixou a menina e assim que ele virou costas a animação continuou.

 

O menino ficou, foi para outro edifício fazer a formação, ficou apto e a menina também se mudou para lá.

 

Estava decidida, era desta que meteria conversa com ele na fila do refeitório quando se cruzassem um dia à hora do almoço.

 

Mas o menino teve uma proposta melhor, agradeceu e não assinou contrato.

 

E a menina lá ficou mais uma vez sem conseguir falar e sem as borboletas na barriga que voaram atrás dele.

 

download (2).jpg