Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Manias - Café da Manhã

Não gosto de começar as manhãs a correr para onde quer que seja. Preciso de tempo para abrir a pestana, tomar o pequeno-almoço, deixar a casa arrumada, os gatos tratados e cuidar de mim.

 

Quando andei a fazer um part-time além da profissão que exerço por conta própria, deixava a mesa do pequeno-almoço preparada de véspera para no outro dia não andar a correr.

Agora que as manhãs mais calmas regressaram, apercebi-me contudo que há algum de reconfortante em acordar e ter a cozinha preparada à minha espera.

 

IMG_7215.JPG

O prato, a caneca, a faca, o café com cereais que ficou fora da imagem e o livro que acompanha. Por vezes é mais variado mas hoje vamos ter um tradicional café com torradas.

 

Bom dia e continuação de boa semana 

Aventuras Com Cafeína #2 - Um Estranho Pedido

Embora, como indiquei no post anterior, o café não tenha efeito sobre mim, sendo eu uma gaja que gosta de experimentar novos sabores fiquei logo interessada em conhecer todo aquele mundo que agora se apresenta para além da bica, abatanados, italianas, aquelas coisas básicas e tradicionais.

 

Uma bebida chamada "coffee cream" da cafetaria onde ia, andava-me a provocar comichões e resolvi experimentar:

 

Ana: Bom dia, era um coffee cream médio.

 

Moço do Café: Coffee cream só temos um tamanho.

 

Ana: Ah pronto, desculpe, como na lista afixada na parede estão dois tamanhos era por isso que estava a pedir o mais pequeno.

 

Moço olha para a lista afixada atrás dele.

 

Moço do Café: Ahhh. Realmente há dois tamanhos. Quer com chantilly?

 

Ana: (Estranhando a pergunta porque para mim o cream significava natas. Pensava que era uma espécie de cappucino mas mais intenso e seria estranho levar natas e chantilly). Mas afinal o que leva o café?

 

Moço do Café: Uma bola de gelado de baunilha.

 

Ana: Ahhhhhhhh (enquanto pensava que eram 11h da manhã, estava frio e tinha optado por começar a beber café mas sem açúcar, porque não queria que passar a beber café significasse também começar a ingerir açúcar desnecessáriamente). Então esqueça, não fazia a mínima ideia que um coffee cream levava gelado.

 

Moço do Café: Normalmente só explicamos aos estrangeiros, os portugueses sabem o que é um coffee cream.

 

Ana: (enquanto pensava ironicamente: UAU todos os portugueses sabem que um coffee cream é um café com uma bola de gelado de baunilha lá dentro, espetáculo, shame on me). Então dê-me um cappuchoc.

 

Moço do café começa a fazer o registo, enquanto eu reparava que a máquina indicava um valor inferior daquilo que eu tinha pedido, a fila ia aumentando atrás de mim e eu pensava: O que raio vai sair daqui agora?

 

Moço do Café: E quer com sabor a quê?

 

Ana: (enquanto pensava: mau, então um cappuchoc não devia saber a chocolate?). Que sabores é que tem?

 

Moço do Café: Avelãs...baunilha...chocolate

 

Ana: (percebendo que ele não tinha minimamente entendido o meu pedido mas antes de começar a ser apupada pela fila que aumentava atrás, aproveitando o valor mais baixo registado na máquina e tentando não perder o transporte) pode ser avelãs.

 

E foi assim que pedi um

 

Coffee_cream.jpg

 Coffee Cream - E sim, segundo pesquisas na net um coffe cream é mesmo um café com natas e não um café com gelado de baunilha como é do conhecimento dos portugueses.

 

 

Mudei o pedido para um

 

caouchoc.jpg

Cappuchoc - Que segundo o site da marca é mesmo um café com chocolate.

 

 

E acabei a beber, acho, um cappucino com sabor a avelãs.

 

recipe12.jpg

 

 

Aventuras Com Cafeína

Já aqui tinha referido que em 40...(e poucos anos ) de vida nunca tinha bebido um café, principalmente porque tenho tendência para não dormir muito bem. Mas esta coisa de ter 40 dá muito sono e há duas semanas resolvi aventurar-me no mundo da cafeína.

 

Primeiro café bebido, estava à espera de sentir algum efeito maravilhoso da cafeína no meu sistema, tipo uma explosão como quando o Astérix bebe a poção mágica ou no mínimo ficar com vontade de subir às paredes.

 

Mas...nada...nadica de nada. Comentei o facto com o meu irmão que também começou a beber café tarde na vida e ele disse-me que também só o bebe por causa do sabor e que também não sente qualquer efeito.

 

Das duas uma, ou o nosso ADN é imune à cafeína ou a cafeína não passa de um mito urbano.

 

Entretanto resolvi aventurar-me pelo mundo das novas cafetarias e já tive direito a um diálogo surreal mas esse fica para a próxima.