Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Eu, o Avô e o Presépio -18 Dias para a Véspera de Natal

Todos os anos ajudava o meu avô a fazer o presépio, era ele o responsável pelas decorações de Natal.

 

Normalmente a árvore era só ele que fazia e todos os anos acabava invariavelmente com uma discussão entre ele e a minha avó. O meu avô praticamente não abria os ramos da árvore de Natal, ficava assim fechada quase como se fosse um cipreste em vez de um pinheiro e a minha avó embirrava com aquilo. Confesso que eu também não percebia aquela escolha estética mas optava por não tomar partido.

 

Mas o presépio fazíamos em conjunto, um presépio tradicional português com as figuras em barro. A sagrada família, o burro, a vaca, as ovelhas, o pastor, os reis magos, o moinho, os moleiros e o burro, o lago e os cisnes, o castelo e o seu guarda, as casinhas, o padeiro e mais um rol de ofícios e visitantes do menino. Dezenas de figuras espalhadas sobre serradura verde e rodeadas de luzes a piscar.

 

E ele tão calmo, a fazer tudo com tempo enquanto assobiava.

 

Todos os anos este era um dos meus dias preferidos mas todos os anos tinha medo que fosse o último, na minha cabeça de criança os avós eram velhinhos e sabia que um dia iriam partir.

 

Mas não houve propriamente um último ano. Um dia o meu avô resolveu deitar-se e nunca mais se levantar e assim ficou por seis anos. A partir daí todos os anos era eu que montava uma mini-árvore e um mini-presépio que lhe ofereci, no móvel ao lado da cama dele. Não podia desistir de decorar o nosso Natal que também passou a ser naquela sala, onde toda a família se reunia em seu redor. E ele ficava feliz, tão feliz.

 

Há dois anos pedi as figuras do presépio à minha avó para juntar às minhas. Estavam há mais de dez anos fechadas numa caixa. 

 

E hoje em dia mesmo tendo ele partido em 2008, no dia 8 de Dezembro sinto que ele está sempre ali a fazer o presépio comigo.

 

17822325_ftYbr.jpeg

 Este padeiro com o seu forno e a igreja do lado esquerdo são duas das minhas figuras preferidas do presépio do meu avô. Hoje em dia continuo a comprar figuras mas já não são tão perfeitas como estas que devem ter uns 50 anos.

20 comentários

Comentar post