Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Estes Dias - Passeios Culturais

Ora e o que andou a acontecer nestes dias? Segue-se um relato (de vários dias) do que andei a fazer nestes dias de ausência aqui no blog.

 

A minha sobrinha afilhada, assim que entrou de férias pôs logo em pratos limpos que vinha para os lados dos avós paternos e da tia.

 

Os avós dão-lhe guarida, a tia adora andar a passear com ela.

 

Num destes passeios fomos parar a Belém, o destino era outro mas por questões que não tem nenhum interesse explicar, ficámos por Belém.

 

Armadas em turistas, aproveitei para a levar aos sítios culturais da zona e fiquei pasmada com os preços.

 

Felizmente ela ainda não paga mas de resto: entrada de adulto no Museu de Arqueologia, 5 euros. Subida ao Padrão dos Descobrimentos, 6 euros (aqui ia-me passando, 6 euros para subir um elevador). Entrada na Torre de Belém mais 5 euros.

 

Eu cresci na zona de Belém e lembro-me de passar os dias de férias, enquanto não ia para fora, a percorrer os monumentos com uma amiga e na altura era tudo ou gratuito ou com um pagamento simbólico. Já conhecíamos os monumentos de cor.

Acho estes preços de hoje, uma caça ao turista e um verdadeiro atentado ao processo cultural de quem quer mostrar a nossa história às crianças.

 

Dito isto, tive um pensamento pouco católico de que devia haver preços para portugueses e preços para, desculpem a expressão, chular turistas.

 

Tive este pensamento e não o achei muito simpático. Mas qual não foi o meu espanto, quando no dia a seguir ao levar a miúda a passear pelas casas-museus de Cascais (fabulosas) descobri que as entradas nos sítios de interesse histórico para os moradores do concelho de Cascais têm um desconto de 50%.

Da mesma maneira que o Castelo de São Jorge, como é sabido, tem entrada grátis para os moradores do concelho de Lisboa.

 

Dito isto, devíamos ou não ter preços diferenciados para turistas e portugueses?

 

Adenda: Esqueci-me de referir que estes preços despropositados acontecem em Lisboa e Sintra, os sítios que tenho visitado no interior do país, onde o turismo é baixo, e que têm acervos também bastante interessantes não têm estes valores.

19 comentários

Comentar post