Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

As Minha Estranhezas

É muito possível que o título deste post que me surgiu há bocado tenha a ver com o livro que ando a ler "Uma Estranheza em Mim" de Orhan Pamuk. E já agora muito obrigada pela sugestão Robinson Kanes, estou a adorar.

 

A estranheza de que aqui venho falar é da minha relação com a meditação e suas supostas consequências.

 

Já pratiquei meditação em aulas de yoga, num centro budista, e numa escola de yoga.

 

Embora sempre me tenha sabido bem, a verdade é que nunca atingi o nirvana nem qualquer estado de vazio que se parecesse.

Nas aulas de yoga sabia bem aquela pausa de relaxamento após o exercício, no centro budista sentia-me bem devido ao ambiente e ao fantástico mestre budista que dava a aula mas tive que abandonar após 4 aulas por coincidirem com uma licenciatura que comecei a tirar, nunca saindo por isso da meditação concentrada na respiração e na última aula de meditação que fiz na escola de yoga acabei a cantar mentalmente uma canção de Jennifer Lopez durante quase todo o exercício, para além de que no final a prof incentivava as pessoas a falar de sentimentos e sensações (só havia mulheres na aula) e toda aquela verborreia, para mim que sou uma mulher adepta do silêncio, acabava logo com o meu estado zen.

 

Isto para dizer o quê. Não consigo meditar. Não é natural em mim. Sabe-me bem o relaxamento mas não me dá nenhum vazio mental que me eleve ou transforme.

 

Então o que me leva a acalmar e a ter aquelas ideias geniais que acontecem no vazio? As tais coisas estranhas.

 

Um dia estava mesmo em baixo mentalmente, vinha uma amiga almoçar cá a casa e fui cozinhar. Arroz de peixe e camarão com uns pozinhos de caril. Refogado para um lado, pozinhos de especiarias para o outro, quando dei por mim estava inundada de calma e felicidade. A partir desse dia comecei a dizer que cozinhar é a minha meditação.

 

E quando preciso ter ideias geniais e criativas? Comecei a reparar que quando penso e cismo numa coisa nada sai. Então ao ficar irritada e ao ir para a Internet ver vídeos tontos (normalmente aqueles vídeos de 5 minutos DIY, faça você mesmo), fiz um descoberta casual, reparei que a mente se libertava e as ideias surgiam. Aquelas inutilidades duvidosas que não me ficam na memória fazem com que a mente relaxe e a imaginação funcione.

 

E pronto, a minha estranheza meditativa é esta. Mudo de humor quando estou concentrada a cozinhar e tenho ideias criativas a ver vídeos de "faça você mesmo" (as ideias que surgem em nada estão relacionadas com o tema visionado, óbviamente).

 

Realmente as pessoas não são todas iguais e o que serve para umas não tem efeitos noutras.

 

Por isso entreguem-se à vossa meditação.

 

Namaste

 

budas-da-meditacao-750x500.jpg

 

 

 

20 comentários

Comentar post