Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Ana - A Rainha da Arte da Anti-Sedução

Querem ficar solteiras para sempre? Aprendam comigo.

 

Sejam míopes e aluadas - É preciso alguma arte para estar completamente alheias ao que vos rodeia. Tive a sorte de nascer do signo caranguejo, por isso raramente estou neste planeta, além disso sofro de astigmatismo e miopia e nunca vou de óculos para a rua  fazendo que só tenha um raio de visão nítido de 1 metro.

 

Exemplo de caso prático - Isto dá origem a situações do género. Um dia tinha subido as escadas da empresa onde trabalhava e lá em cima estava uma colega a olhar para mim que me diz: "Ana, viste o olhar que os homens te estavam a deitar? " ao que eu respondo: "Homens? Passei por algum homem? Não dei por nada." (conversa real).

 

Tenham o termóstato avariado - Corem no momento mais inoportuno.

 

Exemplo de caso prático - Ele (um dos tais que vos faz palpitar o coração) chega-se ao pé de vocês com uma conversa banal mas passa para além do limite espacial normal e praticamente vos fala na sua voz especial ao ouvido. Esta é a altura certa para ficarem vermelhas que nem um pimentão, terem que mudar rapidamente de posição corporal e responderem de cabeça baixa. Lá se vai a magia do contacto visual e, claro, O momento (sim, esta aconteceu na semana passada).

 

Façam os neurónios entrar em curto circuito e entrem em afasia - O bloqueamento verbal na hora H.

 

Exemplo de caso prático - Outro que vocês acham giro tenta ter um diálogo com vocês e desta vez até se encheram de coragem e estabeleceram um belo contacto visual.

Mas a seguir tenham um curto circuito cerebral e respondam só por monossílabos ou então dêem uma resposta que nada tem a ver com o tema da conversa. Ele pergunta: "O céu está mesmo azul hoje, não está?" e vocês respondam: "Naaaaa, eu cá sempre torci pelo vermelho, sou do Benfica". (Sim, esta aconteceu esta semana, não foi este o diálogo mas como é muito recente não o transcrevo na realidade para não identificar o interveniente que obviamente nem sabe da existência deste blog mas não vá o diabo tecê-las).

Vão conseguir um olhar assustado do moço a pensar que está a falar com uma louca.

 

Olhem raramente para o espelho - Não façam a mínima ideia do vosso aspecto.

 

Exemplo de caso prático - Vão dar um beijinho de parabéns ao moço giro lá do trabalho e só depois passem pela casa de banho e reparem no bigode do leite com chocolate que tinham bebido ao pequeno-almoço (sim esta também aconteceu há uns anos).

 

Podia continuar mas estas já chegam para ficarem solteiras.

 

 

Drama Matinal

O telefone tocou cedo, estranhei. Era a minha sobrinha a chorar porque lhe tinha vido o período pela primeira vez.

 

Deu-me vontade de rir tanto drama e disse-lhe: "Agora tens que aguentar até aos 50".

 

Mas ela continuava tão comovida que quase chorei também.

 

Depois de tanta expectativa (quase todas as colegas já tinham) chorava a dizer: "Não gosto nada disto".

 

É. Ser mulher tem destas coisas chatas.

Aplausos e Homenagens

Sempre adorei o teatro e o momento dos aplausos sempre foi um dos mais emocionantes para mim, a verdadeira homenagem à entrega dos actores.

 

Ontem fui ao teatro e sabia que esse momento seria especial.

 

E há muito tempo que ele não o é. Se há 20 anos atrás muitas das peças acabavam com o público de pé a aplaudir sinceramente e ruidosamente, uma, duas, três vezes os actores a virem à boca de cena, com o passar dos anos esse momento tem-se tornado algo banal. As pessoas não se dão ao trabalho de levantar, batem palmas porque faz parte do ritual e após uma simples passagem dos actores pelo palco começam a procurar os seus casacos e a verificar os telemóveis porque como sempre já estão atrasados para as suas vidas.

 

Mas ontem era um dia especial, Ruy de Carvalho entrava. E não podemos ficar sentados diante deste grande senhor. Este Senhor que à beira de fazer 89 anos, 73 anos dos quais como actor, ainda se entrega nos palcos num dia de grandes emoções.

Depois dos aplausos merecidos pela peça e pela sua presença, Ruy de Carvalho vem falar com o público a pedir que nos juntemos a ele num adeus ao seu amigo e colega Nicolau Breyner. Um minuto de silêncio e mais uma chuva de palmas e os olhos emocionados na humildade de um Homem que perdeu mais um amigo.

 

Confesso que sempre me emocionam mais os que ficam a chorar a perdas dos que os que partiram provavelmente para um sítio melhor.

 

Aplausos ao Teatro e a todos o que o fazem viver...e venham até Oeiras ver a "Dama das Camélias" em cena até 3 de Abril.

 

rui.JPG

 Foto Diário de Notícias

Ser Cruel É...

a tia ir atacar bolachas de chocolate depois do jantar, a mãe acompanhar e quando somos apanhadas pela sobrinha/filha de 9 anos nos remetermos ao silêncio quando ela nos pergunta o que estamos a comer.

 

Perante o silêncio a criança diz: "Ahhhhh. Já sei o que estão a comer, são aquelas bolachas dietéticas que a minha mãe comprou à tarde." E vai feliz e desinteressada à sua vida.

 

Eram, eram 

Já Lhe Ouvi Chamar de Tudo

Ainda não percebi bem a relação entre os portugueses e o nome da courgette.

 

Eu escrevo assim à francesa, courgette, depois há a escrita aportuguesada curgete, no outro dia passei por um restaurante que tinha afixado ter "sopa de gourgete" e já ouvi mais gente a chamar-lhe assim.

 

Mas o prémio de originalidade foi para uma senhora que passou vários minutos a falar-me da saborosa sopa de Georgette que tinha feito e eu a pensar que ela tinha cozinhado a vizinha francesa.

 

personnage-de-dessin-animé-de-courgette-42362964.

 

 

Duvida Existencial Portuguesa

Ando a tentar perceber se os portugueses têm mais prazer a comer ou a fazer sexo.

 

Quando olho para o desporto nacional que são as almoçaradas e jantaradas e consequentes olhos arregalados quando vêm os pratos, a voracidade com que se devora o que está na mesa, as palavras de apreço e o rubor saciado final, fico na dúvida.

 

Vá lá caros compatriotas confessem, sem medos...

 

Sexo para toda a vida mas só nutrição através de comprimidos genéricos e sem sabor.

Ou refeições pantagruélicas para toda a vida mas condenados ao celibato?

 

saciado.jpg