Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Ah e Tal...

Então aos 40 é que te dá para virar bailarina?

 

Vais para o meio das pitas de contemporâneo?

 

Já não te chegavam as nódoas negras e ainda andas a dar cambalhotas para trás?

 

Toma uma lesão no ombro que é para aprenderes...Dói,não dói?

 

Ahhhhhhhh é verdade, a decisão de ano novo deste ano é não desistir de nada. Só resta benzer e esperar a próxima aula.

 

(se este texto parecer estranho é dos analgésicos)

Hoje É Aquele Dia Fantástico Do Ano

o dia da reunião de condomínio. Normalmente até acho piada quando vou a casas que ainda não conheço para ir bisbilhotar como quem não quer a coisa.

 

Mas este ano, não estou com vontadinha nenhuma, já conheço a casa, vai haver confusão porque um vizinho anda a dar a volta com histórias para não pagar o condomínio, continuam à caça de outro que morou no andar da porteira (que é de todos) e que ficou a dever dinheiro de rendas. E quem é que vai ficar este ano com estes imbróglios na mão?

 

Euzinhaaaaaaaaaaaaaaa que vou ser a administradora este ano. 

 

Amanhã aposto que já tenho o chato vizinho do 1 andar a tocar à porta com queixas.

Sinto-me Cota ou a "Presidenta" e o marido

Quando era criança e só tínhamos dois canais, sendo que um deles nem sequer funcionava quando íamos à terrinha, papávamos tudo o que dava na TV. Tudo era um acontecimento. Desde a Miss Portugal até às quentes eleições presidenciais pós 25 de Abril, tudo era visionado.

 

As miss para mim eram umas senhoras e os candidatos a presidente uns dinossauros.

 

De um dia para o outros as miss começaram a ser umas pitas comparadas comigo, depois ultrapassei a idade dos jogadores de futebol e como se isto já não bastasse agora há uma candidata a presidente da republica mais nova do que eu.

 

E já agora se ganhar um mulher como é que se chamam os maridos delas? Primeiros damos? Primeiros cavalheiros?

Volta Jane Austen

Nos tempos de Jane Austen as solteironas eram mais felizes. Passavam por as privações naturais da vida mas depois tinham o seu final “felizes para sempre” ao lado dos seus Mr.Darcy.

Hoje em dia, por razões comerciais já nem as solteironas são felizes para sempre. Todas aquelas personagens com as quais nos identificamos aos 30, não ficaram congeladas no tempo,  seguiram-nos na casa dos 40 e após o “foram felizes” para sempre acontece-lhes novamente a VIDA.

 

E as autoras não são simpáticas com as suas criações. Em 2013, no 3ºlivro da saga, Helen Fielding mata de forma traiçoeira Mr. Darcy (o da Bridget, não o da Elisabeth) e em 2015, Shonda Rhimes, torna-se a autora de TV mais odiada do ano ao matar Derek.

No espaço de 2 anos, as nossas solteironas preferidas, com as quais no identificamos, rimos, choramos e trocemos para que tudo desse certo na nossa década dos 30, tornam-se viúvas.

 

E em 2016, quando já tínhamos acabado de lamber as nossas feridas e estávamos no fim do nosso luto, passando por cima dos livros e da televisão, chega o cinema, esse sádico e resolve baralhar os nossos sentimentos. Ressuscita Mr Darcy, resolve que o amor entre a Bridget e ele não era assim tão grande. A nossa heroína aos 40, afinal não é viúva e põe os cornos ao marido, com nada mais, nada menos do que um também ressuscitado Derek Shepherd (pronto, aqui estou a exagerar, o triângulo amoroso é na realidade com Patrick Dempsey, mas a personagem é outra).

E inspirados na famosa música portuguesa “Mas quem será o pai da criança”, Bridget Jones já não é viúva, afinal não gosta assim tanto de Mr Darcy, engravida e não sabe se o pai é o marido ou o Mc Dreamy.

 

Se não fazem a mínima ideia daquilo que eu estou a falar, é porque tiveram uns trinta anos mais produtivos que os meus e andaram a mudar fraldas em vez de andarem a viver a vida através da Bridget Jones e da Meredith Grey.

 

Se sabem do que falo mas mesmo assim estão baralhados, aviso já que eu também.

Preparem-se 2016 é o ano em que Bridget Jones e Anatomia de Grey se fundem e vamos perguntar mas afinal quem é o pai da criança?

 

Por isso, eu digo, volta Jane Austen, ao menos contigo tinhamos o amor como garantido.

 

P.S. Isto é tão estranho como se na época romântica o Alexandre Dumas tivesse escrito um livro onde a Elizabeth Bennet tivesse engravidado do Heathcliff e lá pelo meio ressuscitasse a Catherine (Cathy) Earnshaw para um triângulo romântico.

 

bridget jones.jpg

 

Retomei o Ballet

Depois de anos e anos sem fazer ballet, resolvi retomar as aulas e senti-me uma verdadeira Popota. 

 

E não estou a falar a nivel de aspecto externo. É mesmo o facto de me ter sentido pesadona a fazer a aula.

 

Embora já vá com 4 meses de outras danças em cima, o ballet põe a nú outros aspectos que me andavam a passar despercebidos.

 

E quando a seguir fui para a aula de Barra no Chão, ui, ui. Não vos digo nada. Estou mesmo em baixo de forma.

 

Fantasia-disneyscreencaps_com-8275.jpg

 

Desafio 52 semanas - 27ª Semana

Cof...cof...já que as novas tecnologias nos permitem batotas, estou a continuar este desafio que tem a duração de um ano e resolvi fazer de forma continuada.

 

Por isso todas as segundas que estão para trás foram actualizadas com o desafio correspondente .

 

Coisas divertidas para se fazer nas férias

 

 

1 - Viajar, claro. Sair para fora cá dentro ou ir para longe, não há nada mais divertido do que partir à descoberta.

 

viajar-por-el-mundo.jpg

 

 

2 - Conviver mais com aquelas pessoas que nos põem bem dispostas.

 

three-girlfriends-celebrate-lisa-frances-judd.jpg

 

 

3 - O Inesperado - Deixe-se surpreender por um dia ou mais sem nada planeado. Vá seguindo o que for aparecendo.

 

inesperado.jpg

 

 

4 - Aprender - Agora que já está numa altura da sua vida que pode estudar o que bem lhe apetece, vá ter umas aulas daquilo que sempre desejou saber mas ainda não arranjou tempo. Aprender e conhecer novas pessoas é sempre divertido.

 

aprender.jpg

 

 

5 - Passar um dia sozinho - A mimar-se num centro de massagem, a vaguear pela terra mais perto, a ir comer aquilo que lhe apetece sem pensar em gorduras e calorias, a não fazer nada, a dançar sozinho aos pulos dentro de casa...

 

maior_sozinho_e_feliz.jpg

 

 

Pág. 1/2