Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Ironia Livresca

Acabei de receber um e-mail da minha biblioteca a cancelar a reserva que eu tinha feito do livro de Miguel Sousa Tavares, "Não Se Encontra o Que se Procura" devido a este estar desaparecido.

 

Achei uma bela ironia este livro ter desaparecido. Imaginei os bibliotecários à procura do livro e nada.

 

Deve ser a vida a dizer que mais vale deixar fluir do que andar às voltas à procura de coisas que não levam a lado nenhum.

L de Livros

Adorei este desafio vindo dos lados da Inês:

 

L de Livros.jpeg

 

★ Estou a ler:  Dona Flor e os seus dois maridos de Jorge Amado

 

★ O meu livro favorito quando era pequena: A coleção Uma Aventura e os livros da Alice Vieira

 

★ Estou ansiosa por ler: A seguir vou conhecer a obra de Gabriel Garcia Marquez

 

★ Um livro que mudou a minha vida: Acho que "mudar a vida" é um pouco forte mas escolho o "Chega de Desculpas" de Wayne Dyer que nos faz mesmo ter noção das desculpas que usamos para nos bloquearmos e não andarmos com a vida para a frente.

 

 ★ O meu livro favorito para dar como presente: Algum que tenha gostado e ache ter a ver com aquela pessoa.

 

★ O que está na minha mesa: Nenhum. Tirei todos os livros da mesa de cabeceira.

 

★ Organizo a minha estante de acordo com: Autores e temas.

 

★ Adoro ler porque: não se explica, nasci assim.

 

★ Um livro do qual nunca me vou separar: Nunca digo nunca

 

 Se pudesses entrar num livro, que livro escolherias? Serias a personagem principal? Acho que ia conhecer o Mr Darcy (e sim, seria a personagem principal para ter um caso com ele) ou o universo do Harry Potter.

 

Nomeações para este desafio:

Sou Mais Eu

Papira

O Meu Maior Sonho

Gosto de Ti

Até chego a achar que realmente te amo.

A maior parte das pessoas não percebe este meu amor.

Mas adoro o teu visual, a maneira como te vestes.

Esses tons térreos ficam-te tão bem. 

Ninguém sabe conjugar o laranja, o castanho e o verde escuro como tu.

E também acho sedutor esse teu ar melancólico.

Quando chegas fazes com que me dê mais vontade de ficar na cama,

Ou deitar-me languidamente no sofá

A apreciar-te enquanto chove lá fora.

Adoro aqueles dias em que chegas com uma página de jornal recheada de castanhas,

Ao comê-las fico a sentir-me quente e boa como elas.

Outras vezes tentas-me com uma chávena de chá e uma morna fatia de tarte de maçã.

És lindo e doce.

Hoje até me levantei mais cedo para te receber

Queria estar linda quando chegasses

E tu vieste a horas

Às 8h21 em ponto

Estou pronta para me envolver em ti durante três meses.

Adoro-te Outono

Obrigada Sapinho Por Mais Um Destaque e o Aquário Vasco da Gama

destaque.jpg

 

Agradeço à M. do blog Lovely People, por ontem me ter puxado gentilmente as orelhas (até nem puxou mas eu merecia) por não ter falado do Aquário Vasco da Gama, aquando do post de apresentação do concelho de Oeiras.

Ainda há poucos meses lá levei as minhas sobrinhas e calhamos a chegar à hora da refeição dos leões-marinhos, um espectáculo a não perder.

 

Aqui fica e vou juntar igualmente à entrada respectiva.

 

Aberto desde o século XIX, com mais de um século de experiência a mostrar e ensinar a várias gerações de portugueses a vida marítima portuguesa é um senhor ao lado do menino pretensioso Oceanário.

 

Foi um dos primeiros aquários do mundo e teve como impulsionador o Rei Dom Carlos.

 

Como por um acaso misterioso a página oficial está em inglês, deixo aqui a página do Oceanário dedicado ao seu ancestral.

 

aquario-vasco-da-gama-oeiras-1.jpg

 

Desafio 52 semanas - 12ª Semana

frio.jpg

 

1 - 4 palavras que se devem juntar - Sofá, manta, gatos, livro.

 

gato-debaixo-do-cobertor-630x354.jpg

 

2 - Beber chá ou chocolate quente e comer uma fatia de bolo ou umas bolachas caseiras ainda mornas.

 

lemoncookies-aaaa-1024x619.jpg

 

3 - Ir para baixo dos cobertores sozinho ou acompanhado.

 

cobertores.jpg

4 - Vegetar frente a uma lareira.

 

lareira.jpeg

 

5 - Convidar amigos para um animado serão regado a vinho tinto e acompanhado de petiscos.

 

vinho-brinde.jpg

 

Qual Foi A Melhor Coisa Que Não Te Aconteceu?

Estava eu na semana passada, na escola de dança a fazer tempo para a aula começar quando me entretive a ler uma revista que tinha um artigo exactamente sobre esta pergunta:

 

Qual foi a melhor coisa que não te aconteceu?

 

Eu perguntaria de uma forma mais radical e frontal - Qual foi a melhor pior coisa que te aconteceu?

 

A mim foi sem dúvida a relação com aquele homem que eu pensava ser "o tal" ter terminado.

 

Se dantes tinha uma visão romântica do amor, se compreendia o "morrer de amor" dos poetas românticos, se chorava enquanto cantava a plenos pulmões canções como o "All by myself" ou o "Can't live without you", hoje em dia acho esta forma de olhar para o amor entre um homem e uma mulher uma idiotice completa.

 

Aprendi que não se vai para uma relação à espera que o outro resolva os nossos problemas e seja o nosso salvador. Ter o outro a fazer transferência da sua baixa auto-estima para cima de nós querendo-nos arrastar com ele é muito peso.

 

Uma relação, seja ela qual for, deve ser de partilha, saber dar e saber receber. Um dos lados da balança não pode estar desequilibrado e sobretudo não nos devemos espelhar no outro.

 

Amizade, partilha, sim. Carência e opressão não.

 

A primeira fase do depois de "não ter acontecido" foi a estúpida fase de tentar preencher o vazio que ficou com algo, a primeira coisa que apareceu. Foi pior a emenda que o soneto e levou-me à fase de bater no fundo.

 

A fase seguinte foi a fase de auto-descoberta. Perceber quem sou e o que faço aqui. Que mais vale só do que mal acompanhado. Que eu sou a pessoa mais importante da minha vida. Que tal como disse a Alice Vieira numa entrevista: "Consigo divertir-me muito sozinha".

 

Hoje em dia não acredito no amor carente. Estar numa relação é valorizar o outro, aceitar aquilo que ele é, dar-lhe liberdade para fazer as suas escolhas e evoluir. E sobretudo é saber-se amar também a si e não aceitar um amor tóxico que nos puxe para baixo em vez de nos elevar.

 

E a vocês? Qual foi a melhor pior coisa que vos aconteceu? Que vos fez crescer. Mudar. E saber aquilo que não querem para as vossas vidas?

 

 

 

 

 

Pág. 1/3