Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Se Maomé Não Vai à Montanha...

e o resto do provérbio já sabem.

 

Já fiz dança durante muitos anos. Comecei dos 5 aos 8. Depois parei até aos 17 e a partir daí fui retomando e deixando conforme a carga horária e disponibilidade financeira.

 

Estando parada há 3 anos por estar a pagar o meu curso na área da nutrição e tendo ido "desenterrar" o meu equipamento das aulas de flamenco para me mascarar no carnaval, hoje perguntei-me porque é que não aproveito os vídeos do youtube para treinar um bocadito?

 

Tenho as aulas, os sapatos, o chão de madeira e não tenho vizinhos por baixos.

 

E agora a pergunta. O que acontecerá primeiro? Estragar o chão, dar com os gatos em loucos ou juntamente com o pianista do 4º andar conseguir expulsar os vizinhos do prédio?

 

Sim. Porque se o piano se houve pelo prédio todo aposto que o meu sapateado também.

 

OLÉ!!!

 

 

 

Flamenco.jpg

 

 

 

 

Auto-estima vs Auto-confiança - Alguém Me Explica?

Como já aqui disse em dois post, embora fique para ali a meio caminho dos "padrões de beleza" que a sociedade atual quer impor, gosto de mim como sou e não mudava nada. 

 

Mas por outro lado não tenho confiança nenhuma em mim.

 

Ou seja,

 

não percebo nada de jogos de sedução. Não sei se é por deixar quase sempre os óculos em casa (por vaidade) mas se um moço não me vier dizer com as letras todas que gosta de mim, eu não vou reparar. E não faço a mínima ideia como se seduz alguém.

 

A nível de trabalho, a situação não é melhor. Acho sempre que devia dar muito mais e que ainda tenho muito a aprender.

 

Por outro lado, para além desta dualidade paradoxal em mim, reparo que as pessoas próximas de mim que sofrem realmente com baixa auto-estima conseguem ser sedutoras natas. Daquelas que fazem avanços, olhinhos, conseguem dar toques subtis e por os pontos nos is.

 

Juro que não entendo. Como consigo ser tão confiantemente atrofiada e como é que elas, dizendo-se tão inseguras, conseguem ter essa confiança e coragem toda.

 

 

Wild Livre

Só agora ao ver a cerimónia dos Óscars reparei no filme Wild. 

 

Não venho falar do filme mas sim do livro que tinha lido no ano passado e só agora fiquei a saber da adaptação ao cinema.

 

Adorava ter coragem de fazer uma jornada destas.

 

Para quem não conhece o livro aqui fica a apresentação como sugestão de leitura.

 

"Aos 26 anos, Cheryl Strayed tinha perdido tudo - o casamento, a família, a estabilidade profissional -, e a sua existência aproximava-se perigosamente do ponto de não-retorno. Sem nada a perder, Cheryl decidiu embrenhar-se sozinha na natureza selvagem, percorrendo a pé, durante três meses, mil e setecentos quilómetros do Pacific Crest Trail, desde o deserto de Mojave, ao longo da Califórnia e do Oregon, até ao estado de Washington.

Numa fusão única entre livro de memórias e narrativa de aventuras, esta obra inspiradora é um testemunho vivo da capacidade do espírito humano para superar as crises mais agudas e reinventar um sentido para a vida."

 

livre cheryl strayed presença.jpg

 

Já Que Vou a Meio do Caminho

vou-me dedicar nos próximos 40 a tentar ficar assim.

 

o-SOPHIA-LOREN-570.jpg

Esta senhora afirma nunca ter feito nenhuma plástica. Se é verdade ou não, não sei. Mas ela diz que os truques são os seguintes:

 

Corpo: Ela diz que o segredo de sua eterna beleza é a disciplina, a vida saudável e dormir muito, deitando sempre antes da meia-noite. 

 

Cabelo: Para a atriz, o segredo está no corte adequado. 

 

Pele: Sophia não se preocupa tanto com rugas, pois são inevitáveis. Mas ela sempre se preocupou em cuidar da pele do rosto para que independente a idade, sempre fosse saudável. Por isso, limpa e hidrata duas vezes ao dia. Fazer exercícios e ter bons hábitos também é fundamental para conservar uma pele bonita.

 

Maquilhagem: Após conhecer um monte de profissionais, hoje, não deixa que ninguém a maquilhe, já que ninguém conhece seu rosto melhor do que ela. 

 

Dieta: Como boa italiana, em sua dieta não falta massa ao meio-dia com tomate e azeite. À noite, prefere um jantar leve. Seu melhor segredo é beber muita água e não “petiscar” entre as refeições.

 

Exercício: Sempre se negou a correr. Sua rotina de exercícios consiste em caminhar e fazer alongamentos.

 

Big Secret: Sobre o seu maior segredo de beleza, Sophia diz: “a beleza depende de qualidades que estão ao alcance de todas as mulheres: encanto, sabedoria e imaginação.

A diferença entre a beleza juvenil e a beleza madura, é que a segunda é mais consciente e sofisticada, requer esforço, mas também é mais rica e complexa.

Nada torna uma mulher mais bonita do que a crença nela mesma.

 

Oh Para Mim Armada Em Fashion (mas obviamente já demodé a nivel de assunto do dia)

Vou então falar dos Óscars, assim por alto porque também vi algumas partes em Fast Foward.

 

Então a nível de Passadeira Vermelha (que me pareceu mais um rosa escuro):

 

O Ócar para a mais enjoadinha foi para a Melanie Griffith quando questionada sobre o facto de não querer ver o "50 Sombras de Grey". E qual terá sido o real motivo?

 

  1. Por ter uma grande aversão aquela obra e nem a participação da filha a demove (como eu te compreendo).
  2. A plástica mal feita que não a deixa ter outra expressão.
  3. O facto de não querer ver a filha a ser espancada enquanto geme e mostra as maminhas (não vi mas desconfio que seja assim).

 

A Lupita Nyong'o conseguiu o Óscar para a mais atrapalhadinha:

 

Conseguiu dizer: "An the actor goes to"  e depois estendeu a mão ao vencedor enquanto este lhe ia dar dois beijinhos.

 

Óscar para O Mais Autêntico da Cerimónia, a felicidade verdadeira do Ethan Hawke quando a colega de 12 anos de filmagens, Patricia Arquette ganhou. A sua reação desmonstrou felicidade pura.

 

Óscar para momento que nunca na minha vida esperaria ver, a Lady Gaga a cantar a "Música no coração". Desculpa lá mas acho que me convencias mais num registo destes. Adorei. E já agora esse vestido era melhor do que a tua escolha.

 

E a nivel de vestidinhos:

 

Óscar Para a Mais Quida

1-keira-knightley-oscars-2015-valentino-hair-headb

 

Óscar para o vestido que eu levava se fosse uma celebridade 

18060047_LEfRW.jpeg

 

 

Óscar para clássico demais para o meu gosto mas sem duvida a mais elegante

rs_634x1024-150222165650-634-gwyneth-paltrow-oscar

 

Óscar para "Oh Mulher a ti qualquer trapinho fica sempre a matar"

 

scarlet.jpg

 

Óscar para "Oh mulher sempre gostei tanto de ti,  que raio é que  te deu para ires para aí parecer uma desgraçadinha"

nicole.jpg

 

Óscar para o mais sebento só espero que esse look seja para algum filme

 

mcconaughey_002.jpg

 

Ando Desactualizada

Bastou um dia inteiro e mais uma manhã fora da rotina para ficar completamente desactualizada. Não sei quem foi expulso do Achas Que Sabes Dançar, ainda não consegui ver os Óscars, não tenho conseguido ler praticamente nenhum dos blogs que sigo e perdi o Top Chefe francês (que dá num daqueles canais que não dá para gravar nem voltar para trás).

 

Em todo o caso tenho a sensação que o mundo continua a rodar.

 

Vou só ali actualizar-me e já volto.

E Eu Que Pensava Ficar Virgem Até Logo à Noite. Agradeço a Todos os Spoiler's.

No ano passado, mesmo estando a trabalhar, consegui guardar a emoção dos Óscars até chegar à gravação da noite. Consegui não saber de nada. Nem sei como.

 

Sim. Porque o meu sono é mais precioso do que a noite dos Óscars

 

Hoje mal entro aqui são logo letras grandes a dizer o vencedor, noutro site uma foto da atriz vencedora a chorar.

 

E como se não bastasse. O meu paizinho que nunca viu tal coisa na vida, nem sabe quando acontece. O pouco tempo que esteve comigo hoje começa: "Sabes que eu hoje acordei às 5h e deu-me para ligar a televisão? Sabes o que estava a dar?"

 

E eu: "Aposto que apanhaste alguma coisa dos Óscars".

 

E ele: "Sim. Nunca tinha visto aquilo. Nem sabia que estava a dar. Olha a Oprah está muito gorda. E ainda por cima ia de calças. Aquilo não ajudava nada. Quem ganhou foi aquele rapaz que fez o filme sobre aquele senhor que tem aquela doença. O apresentador lá pelo meio despiu-se e ficou em cuecas e o filme vencedor foi o mexicano, o Birdman".

 

Assim...de uma acentada...Really?!

 

P.S. Entretanto que já vi os óscars volto aqui para perguntar onde raio o meu pai foi ver a Oprah de calças?

Noite de Novas Experiências - Parte 2

A seguir, dado a amiga que ia comigo fazer parte do staff de um conceituado e estrelado cozinheiro português, seguimos para um dos restaurantes do chefe.

 

Sempre tive curiosidade de provar comida estrelada para saber o que é que leva tanta gente a suspirar quando vejo provas na televisão. 

 

Não fomos ao restaurante premiado propriamente dito (não temos dinheiro para tal e já tínhamos jantado) mas deu para ter um cheirinho da coisa.

Sentamos-nos ao balcão, com vista para a cozinha, comemos a sobremesa e bebemos um cocktail. Ora eu que nunca gostei da combinação morangos com chocolate, fiquei-me para ali a babar e a gemer com tal sobremesa. E o chantilly senhores. Nunca tinha provado nada assim. Qual natas e açúcar, aquilo tinha para ali sabores inesperados e totalmente equilibrados para além desses dois ingredientes básicos.

O cocktail que me calhou de frutos vermelhos, também fiquei a olhar para ele de lado, porque costumo achar tudo o que é feito com este tipo de frutos bastante ácido. Mas aquilo foi pura poesia. Levezinho, levezinho. Mas depois, muito depois deu para reparar em mim que o álcool estava lá 

 

E assim se passa uma noite diferente que nos alegra a alma.

Noite de Novas Experiências - Parte 1

Sair para ir jantar a sítios que gostamos é sempre um prazer. Mas sair e ser surpreendido por novas experiências pode ser um prazer redobrado.

 

A noite começou num restaurante de que já tinha ouvido falar, tinha achado o conceito diferente mas interessante e por isso tinha vontade de experimentar.

 

O conceito é simples, um restaurante pizzaria com um nome simples "A Mesa" e o sítio é composto mesmo disso, uma só mesa. Primeira estranha-se, depois entranha-se e sai-se de lá rendido com vontade de voltar.

 

O sítio está na moda estando fora de moda ou seja toda a decoração é vintage, duas cadeiras de barbeiro à entrada, um pequeno espaço a lembrar uma sala antiga com sofás desirmanados voltados para um televisor quadrado e por todo o lado pequenos apontamentos como um telefone preto de fio.

 

Sendo eu uma moça muito reservada no primeiro contacto com estranhos, vendo a mesa meio vazia, pensei que me podia sentar a um cantinho para uma conversa sossegada. Mas não. Somos imediatamente sentados colados à pessoa do lado. Fiquei sem saber se havia de cumprimentar ou não.

 

Depois, confesso que fiquei um pouco chocada com a ementa. Esta vem num livro e ao começar a desfolhar comecei a ver fotos de um certo ditador por todo o lado. E fiquei a pensar "Oh meu Deus, será que esta gente é partidária do nazismo?". Olhei para a capa do livro-ementa e reparei que afinal era um volume tipo enciclopédico dedicado aos anos 1939-1945. E voltei a pensar "Bem. Deve ser devido ao estilo vintage."

 

Resumindo e concluindo, começa-se a comer, a beber, a conversar e ficamos integrados em tudo aquilo. A comida é boa, o serviço é simpático, os preços são acessíveis. 

 

Fica no Lx Factory e aqui ficam uma fotos do espaço retiradas daqui e daqui

 

amesa.jpg

mesa.jpg

 

Sabedoria

o planeta.jpg

"O planeta não precisa de mais 'pessoas de sucesso'.
O planeta precisa desesperadamente de mais pacificadores, curadores, restauradores, contadores de histórias
e amantes de todo tipo.
Precisa de pessoas que vivam bem nos seus lugares.
Precisa de pessoas com coragem moral dispostas
a aderir à luta para tornar o mundo habitável e humano,
e essas qualidades têm pouco a ver com o sucesso tal como a nossa cultura o tem definido."

(Dalai Lama)

Pág. 1/4