Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

De Repente Já Nos...40!!!

O Lado B da Vida

Tudo É Relativo

É ao lermos livros como este:

 

500_9789892324111_coracao_sem_limites.jpg

 E sobretudo ao lermos passagens como esta: "Lembro-me bem do dia. Com que orgulho a menininha cor de chocolate, descalça e de cabeça tapada me mostrou a divisão do tamanho de um cubículo a que chamava casa. Muito excitada apresentou à mãe a sua nova professora. E a mãe ao ver uma pessoa branca pela primeira vez, gritou de alegria...No mesmo instante, foi preparado um festim de arroz e matoke (bananas-da-terra verdes cozidas)...provavelmente tudo o que a família tinha para comer naquele dia...a família não pediu desculpas pelo facto de não haver mesas ou cadeiras para a refeição...regozijavam-se com o que o Senhor lhes tinha dado, aquela minuscula casa e uns poucos quilos de comida que partilhavam com gosto. Perguntei-me o que poderia acontecer se os ricos deste mundo partilhassem com os pobres como aquela querida família tinha partilhado comigo:sem reservas".

 

Que chegamos à conclusão que tudo é muito relativo e que há muita gente no mundo a queixar-se de barriga cheia.

Dia de Encantar

sósOntem tive mesmo um dia de conto de fadas, aproveitei aquele dia maravilhoso de sol, depois de todos os dias de chuva que temos tido, e sai de casa.

 

Fui andar junto ao mar, na fina areia branca envolvida apenas por uma leve brisa marítima. Depois resolvi ir almoçar a um restaurante com uma esplanada com vista priveligiada para o mar, até parecia que estava a navegar nele. Estava à espera da comida, em paz com os olhos fechados enquanto sentia o doce calor do sol a aquecer-me a cara, quando senti alguém a aproximar-se de mim, abri os olhos e era o homem com o ar mais lindo e doce que alguma vez vi e que me disse.... "acorda, não querias mais nada?"

 

Ah pois é, a parte de conto de fadas foi mesmo que me senti uma autêntica gata borralheira,  tive que aproveitar o belo dia de sol para lavar, estender roupa, aspirar e lavar o chão todo de casa, ir para a varanda arrancar ervas dos vasos que já estavam a parecer a floresta amazónica. E quando finalmente acabei já o sol se tinha ido.

 

E hoje continua o fado da gata borralheira, quando finalmente acordo com a casa toda limpa para aproveitar o sábado vem a gata malvada que mora cá em casa e começa a vomitar a casa toda como se não houvesse amanhã. Primeiro porque sua excelência não gosta da comida que lhe dei hoje e depois porque a apanhei a fazer chichi nos vasos e a mandei sair de lá. E lá tive eu que ir lavar o chão outra vez.

 

tumblr_lin7kxM6QX1qawgyho1_500.gif

 

 

gata borralheira.gif

 

 

 

Alucinações Nocturnas

Esta noite tive um sonho pseudo-erótico com o Roberto de Niro exactamente como ele está nesta foto

 

the_family_trailer_a_l-1.jpg

 Acho que ainda foi mais estranho do que quando tive um sonho do género com a Angelina Jolie.

 

(Atenção que não tenho nada contra senhores de 70 anos e mulheres, mas normalmente não fazem o meu género quando estou acordada).

 

Eu bem me parecia que ficar num bar até à 1 da manhã a fumar sisha tinha que ter efeitos secundários.

Há Sempre Duas Maneiras de Olharmos Para Uma Situação - O Desemprego

Encontrando-me eu e duas amigas numa fase inicial de desemprego, com subsídios semelhantes (o mínimo durante 19 meses) ao falar com cada uma delas sobre a nossa situação deparei-me com dois pontos de vistas opostos.

 

A primeira considera-se à beira de uma depressão. Solteira, com a dívida da casa própria para pagar e as outras despesas normais do dia-a-dia, está bastante em baixo com a situação.

 

A segunda, divorciada, com filhos, a receber apenas raramente ajuda do ex-marido que se encontra a morar noutro continente e já com outra família, a morar numa casa decadente e a pensar pedir ajuda à câmara para lhe darem uma nova casa, sorriu e um pouco a medo do que eu ia pensar disse-me: "sabes, eu até estou feliz por estar nesta situação, é claro que quero arranjar emprego mas estou com mais tempo para os meus filhos, estou com mais tempo para investir em mim, no meu desenvolvimento pessoal e procurar algo de que goste realmente de fazer.

 

Não vou falar da minha situação porque me sinto abençoada e vejo sempre as situações como oportunidades de mudança, mas deixo aqui o testemunho de um casal cuja história vi há alguns anos na televisão e da qual nunca mais me esqueci, porque foram os primeiros a quem ouvi dizer que "em vez de porem as culpas no governo ou em quem quer que fosse pela sua situação" resolveram deitar mãos à obra:

 

Zira Cadaval - A História

 

É daquelas perguntas do género: "se a vida nos dá limões o que fazemos?" Se calhar juntamos açúcar e fazemos

 

compo-limao-pt.png

 

 

 

 

Liebster Award

eMuito obrigada "mãe" do blog Desabafos de uma mãe solteira e aproveito para dizer que também gosto muito do teu blog. E já estava com saudades destes desafios.

 

download.jpg

 

Aqui vai então,

 

1 -  Como te defines? Uma pessoa bastante calma, com bastante dificuldade em enfrentar situações de conflito, às vezes prefiro fingir "que não percebo" do que entrar em confronto. Mas já explodi uma ou outra vez sobretudo em questões de falta de respeito. 

Já fui muito de dizer sempre sim, mas agora já aprendi a dizer não. É um equílibrio entre ajudar os outros mas também me respeitar a mim.

 

 

2 - O que te levou a criar um blog? Já tive um blog há cerca de 7 anos mas uma fase difícil da minha vida levou-me a acabar com ele e a isolar-me mais. Hoje em dia sinto pena de não ter dado continuidade. Gosto de escrever e ler estas espécies de diários. Confesso que foi a ler quase de uma assentada o blog A vidinha de uma gaja e a ver a volta que a gaja deu na vida em pouco tempo que voltei a despertar para este mundo dos blogs.

 

3 - Qual a primeira impressão do blog que te nomeou? Foi um daqueles blogs que me chamam a atenção, um blog com o qual me identifico, um blog real, com histórias do dia a dia, de uma mulher que se sabe rir com os contratempos da vida. Gosto de um blog assim, real, positivo, feminino mas sem aquele exagero todo de moda, maquilhagem, quilos de produtos de beleza. Um blog belo pela sua simplicidade como as mulheres deviam ter coragem de ser.

 

4 - Qual a tua cidade de sonho? Vou escolher um país até porque me identifico mais com o campo. E é a Irlanda. Aquele verde todo, a animação dos pubs, adoro música celta, a cultura celta e até pinto o cabelo de ruivo. Olhos azuis já tenho mas por alguma razão, acho que é da idade, a natureza agora até resolveu dar-me sardas.

 

5 - O que fazes nos teus tempos livres? Venho até à internet, aturo os meus gatos, vejo séries que gravo, dou passeios, leio muito, gosto de jantar e passar por um bar com amigos e colegas.

 

6 - Qual o produto de maquilhagem, roupa ou acessório favorito? Sandálias e rimel, aqui sim,sempre de uma marca boa porque basicamente é a única maquilhagem que uso.

 

 7 - O que ainda te falta fazer? Quase tudo, ter o meu próprio espaço de trabalho, encontrar um gajo decente, ter a minha casa no campo e conhecer a Irlanda.

 

8 - Qual tem sido o teu maior desafio da tua vida? Aprender o desapego, o deixar ir.

 

9 - O que é que te inspira? A culinária, a dança e sobretudo pessoas que passam por dificuldades mas mantêm sempre o bom humor e andam para a frente de forma optimista.

 

10 - Qual é o teu maior sonho? O mesmo que o ponto 7, espaço para desenvolver a minha actividade profissional com criatividade, o gajo decente, a casa no campo com uma horta e ir à Irlanda.

 

Aqui vai as minhas nomeações, possivelmente já foram nomeados e não me conhecem assim tão bem mas aqui ficam;

 Mais vale uma boa quarentona

Tuga em Londres

Coisas do Dia

Chez Maria_flor

 

 

Regras para os nomeados.

Para poderem mostrar o que valem e responderem ás nomeações, aqui vai.

- Responder a todas as perguntas

- Referir o link do blog que te nomeou

- Nomerar 5 a 10 blogs com menos de 200 seguidores.

- É obrigatório informar os blogs da nomeação

- Fornecer aos blogs o link para a nomeação em causa, para que saibam o que fazer

 

 

 

 

  

 

 

 

Quando o Universo Conspira a Nosso Favor

Já há alguns meses que andava com vontade de ir assistir ao concerto da Concha Buika no CCB mas entretanto já tinha desistido devido ao preço dos bilhetes. E não é que por uma sequência de coincidências, no dia anterior, ofereceram-me dois convites?

A sala estava completa, o concerto que era para ser de 75 minutos acabou por ter duas horas de duração. O público estava ao rubro.

A voz dela é maravilhosa e a energia de cumplicidade entre ela e os seus músicos é enorme.

Um concerto inesquecível.

 

 

Nisa e Castelo de Vide

 O terceiro e o quarto dia foram passados a conhecer Nisa e revisitar Castelo de Vide.

 

nisa..jpg

O centro de Nisa

 

nisa.jpg

A vista da muralha

 

nisa2.jpg

A muralha

 

IMG0088A.jpg

Nisa tem uma casa-museu e um museu dedicados à Olaria e ao bordado de Nisa, a entrada é grátis e a qualidade da amostra é excelente.

 

SAM_0134.JPG

Em Castelo de Vide há que subir

 

SAM_0135.JPG

Mas a paisagem vale a pena.

 

SAM_0143.JPG

O monte da Senhora da Penha fica coberto de neve no inverno.

SAM_0149.JPG

Castelo de Vide visto do Castelo

 

SAM_0150.JPG

 E o Castelo

 

SAM_0156.JPG

A herança judaica é forte na cidade, com as ruas da judiaria.

 

SAM_0157.JPG

E a Sinagoga.

 

SAM_0158.JPG

 

No centro da cidade encontra-se a Fonte da Vila,construida no século XVI e cuja água é indicada para problemas estomacais, diabetes e reumatismo,sendo uma das nascentes das águas termais de Castelo de Vide.

 

 

 

A Passear Pelo Alto Alentejo - Portalegre

Se o primeiro dia foi para conhecer a vila onde fiquei instalada, no segundo dia fui conhecer Portalegre, possivelmente já tinha passado por estas paragens em criança mas já não guardava memória.

 

Fotografia0451.jpg

 Este plátano encontra-se no centro da cidade e em 1998, já contava com 150 anos.

 

SAM_0094.JPG

 A rua do comércio como é chamada pela população.

 

Fotografia0458.jpg

Pormenor de uma das ruas do centro histórico.

 

Fotografia0460.jpg

Vista envolvente da cidade

 

SAM_0096.JPG

Portalegre visto do Castelo

 

Fotografia0467.jpg

 O almoço foi na "Casa Capote". Excelente. Comi um açorda de cação e gambas, como sobremesa a típica boleima com creme de maçã e no final da refeição ofereceram estes licores digestivos de amêndoa e erva-cidreira. Dos aperitivos aos digestivos tudo 5 estrelas.

A Passear pelo Alto Alentejo - Alpalhão

Cinco dias a aproveitar o outono no Alto Alentejo. A base foi uma casa típica de Alpalhão, uma terra no concelho de Nisa.

Fotografia0468.jpg

As noites foram passadas à lareira a assar castanhas porque o frio já apertava.

 

SAM_0111.JPG

Embora a casa fosse particular e restaurada foram aprovaitados muitos elementos antigos. Pormenor da minha cama.

 

SAM_0116.JPG

As escadas para o sotão onde fiquei e uma cantarinha típica de Nisa.

 

SAM_0118.JPG

Pormenor da cozinha

 

 

SAM_0108.JPG

O meu vizinho do lado

 

Fotografia0422.jpg

Uma casa típica

 

Fotografia0389.jpg

 E as ruas

Fotografia0420.jpg

 Inscrição religiosa. A história está por todo o lado. Nas ruas da vila.

 

SAM_0127.JPG

 E na zona do campo

 

Fotografia0438.jpg

A natureza ladeia a vila

 

SAM_0122.JPG

Os animais estão à solta e gostam de posar para a fotografia.

 

Fotografia0433.jpg

É tempo de cogumelos

 

Fotografia0432.jpg

E de bolotas

 

Fotografia0434.jpg

A Sra. da Redonda é o lugar de Romaria das gentes da terra.

 

Fotografia0393.jpg

E de volta à vila vale a pena visitar a Casa Museu de Alpalhão onde se fica a conhecer uma casa típica, com o seu palheiro dentro de casa, a cozinha, o quarto rico e o quarto pobre, a zona de refeições e uma sala reservada às várias profissões da terra, a padaria, a barbearia, a escola, o sapateiro, a costureira, entre outras.